A Malu Viajante é de São Paulo e ama viajar!

11 de setembro de 2019

QUER CONHECER MINHA HISTÓRIA? 
Olá, meu nome é Maria Luiza, mas pode me chamar de Malu. Malu Viajante. Nasci na cidade de São Paulo, no bairro dos Jardins. Gosto de jogos de tabuleiro, filmes de comédia, pipoca doce e passeios ao ar livre, mas meu hobby preferido mesmo é viajar. Meus pais dizem que sou uma menina curiosa e esperta. Acho muito divertido conhecer palavras novas experimentar comidas diferentes. Adoro aprender! 

 

UM POUCO EM CADA LUGAR
Viajo sempre com meus pais. Afinal, minha mãe é executiva, trabalha em uma empresa multinacional, e meu pai é publicitário e tem clientes fora do país. Comecei a viajar ainda bem pequena, quando tinha apenas 1 ano e meio. Já conheci muitos lugares e até cheguei a morar fora do Brasil. Eu adoro me relacionar com pessoas diferentes e conhecer novas culturas! 

 

OS PRIMEIROS DESAFIOS
Em todos os lugares para onde vou, sempre procuro fazer novas amizades (minha mãe vive dizendo que é muito importante ter amigos). Mas nem sempre é fácil, principalmente no começo, quando ainda não conheço bem o idioma. Mas aí eu me dedico e estudo bastante até aprender a me comunicar. Com isso, deixo a timidez de lado e pronto: já tenho amigos novos para brincar.  

 

AMIGAS DO CORAÇÃO
Não é à toa que minhas melhores amigas moram em outros países. Quando estou em São Paulo ou em outro lugar do mundo, falo com elas pelo celular ou pelo computador. Papai sempre diz que a tecnologia encurta distâncias. Converso com elas sobre os últimos passeios, como estamos indo na escola ou se aprendemos alguma brincadeira nova. Dou muita risada quando falo com minhas amigas!   

 

É LEGAL SER DIFERENTE
Um dos países onde morei foram os Estados Unidos. Novo lugar, nova escola! Nela, conheci gente de todo o mundo: da Índia, do México, da África do Sul e do Japão. Leva um tempo para acostumar, porque cada um é de um jeito, mas depois é muito gostoso. Fazemos amizade e aprendemos uns com os outros. Se alguém se sente excluído ou fica tímido demais, os professores ajudam e nos unimos, mesmo sendo tão diferentes.  

 

QUANDO SOU TURISTA NA MINHA CIDADE
Eu gosto bastante de passear nas cidades. Quando estamos em São Paulo, há finais de semana em que minha mãe precisa viajar a trabalhoNesses dias, eu saio só com meu pai, que me leva para comer pão na chapa e café com leite na padaria (aqui todo mundo ama fazer isso!)Após saborear essas delícias, nós costumamos ir ao Parque Ibirapuera. Enquanto meu pai corre, eu ando de bicicleta. Nós adoramos praticar esportes – ele é maratonista.  

 

SEMPRE CABE MAIS UM
Em São Paulo, moram mais de 12 milhões de pessoas. É a cidade mais populosa do Brasil! Como será que cabe tanta gentehein? Quem é de fora não consegue imaginar como é viver aqui e leva um susto quando vê esse mosaico de pessoas se formando nas ruas, no metrô e nos shoppings centers. E não é que todo mundo se encanta com nossos parques, museus, cinemas, teatros, livrarias e restaurantes? Tenho muito orgulho de ter nascido em São Paulo!  

 

O MUNDO É AQUI PERTO
As pessoas que nascem, moram ou visitam São Paulo podem conhecer um pouco do mundo sem precisar sair da cidade. Se você curte o Japão, é só pegar o metrô e desembarcar no bairro da Liberdade. Para quem prefere a Itália, tem a Barra Funda, a Mooca ou até o Bixiga, onde acontece a Festa da Achiropita: lá você se diverte dançando músicas típicas e comendo uma bela macarronada.  

 

UMA AVENIDA CHIQUE E CULTURAL
Mas não posso negar: meu passeio preferido é a Avenida Paulista, que é conhecida como o coração de São Paulo. A avenida tem uma atração em cada esquina e, se olhar para cima, o encanto não termina: os incríveis arranha-céus levam nossa imaginação ao infinito. A empresa em que minha mãe trabalha fica nesse lugar de tirar o fôlego, que aos finais de semana se enche de turistas do mundo inteiro.  

 

TEM HORAS QUE A SAUDADE APERTA
Meus pais acham engraçado quando eu falo que os aviões também são minha casa. Na maior parte do tempo, eu adoro dar a volta nesse mundão e conhecer novas culturas, mas às vezes o coração aperta de saudadePor exemplo, com meus avós, que sempre vão se despedir de nós no aeroporto. Eles choram, mas ficam felizes por mim e pelos meus pais.  

 

QUANDO O LUGAR ME ABRAÇA
Sempre que chego a um país novo, meus pais prestam atenção em mim para saber se estou triste ou me sentindo sozinha. Se isso acontece, eles me levam para dar uma volta na cidade e então eu me animo. Aos poucos, sinto que aquele lugar também é meu. Porém, quando vamos para onde minhas amigas moram, dou pulos de alegria e logo combinamos nosso tradicional piquenique no parque.  

 

VIAJAR É UMA AVENTURA! 
Existem palavras que meus pais adoram. Por exemplo, integração, que é quando a gente sente que faz parte de um lugar. A segunda preferida, principalmente da minha mãe, é experiência. Ela vive falando: “Malu, conhecer e morar em outros países é uma oportunidade única. Afinal, são experiências que vão ficar marcadas para sempre no seu coração e na sua memória”. Acho que minha mãe tem razão.  

 

CONEXÃO COM QUEM AMAMOS
O mais importante é que nunca estou sozinha. Não importa para onde vou, meus pais estão sempre ao meu lado, cuidando de mim e acompanhando meus passos. E me mantenho em contato com meus amigos e familiares, que tanto me divertem e me ensinam. Levo dois lemas comigo. Um que aprendi com meu pai: “a melhor conexão acontece pelo coração”. E o outro com minha mãe: “que aventuras incríveis estas que estamos vivendo”.  

 

CORAGEM PARA MUDAR E CRESCER
Eu aprendi que nossa vida é como uma nuvemela nunca fica no mesmo lugar. Nossa vida muda o tempo todo, mesmo quando não estamos viajando. Então, tenha coragem e inteligência para enfrentar as mudanças, pois elas só acontecem para fazer a gente crescer e tornar nosso mundo maior e mais bonito!  

 

Confira as linha completa das bonecas Meu Mundo em: www.estrela.com.br/meu-mundo

Deixe um comentário