História de Natal: seus encantos e tradições

21 de dezembro de 2018

A época mais esperada do ano está chegando! Junto com ela toda vem toda  a magia do Natal com o mundo cheio de amor!

Você conhece a história de natal?

Segundo a tradição Cristã, instaurou-se essa data como a oficial para a comemoração do nascimento de Jesus Cristo.

Porém a origem do Natal vem de tempos anteriores, de comemorações pagãs da antiguidade, quando os romanos celebravam o solstício de inverno e cultuavam o Deus Sol realizando festividades de renovação.

Como não se sabe ao certo o dia em que Jesus nasceu, essa foi a forma da Igreja católica dar nova simbologia às festas pagãs. No século IV a festividade se tornou uma celebração cristã e passou a ser chamada de Natal e Domini (Natal do Senhor)

A data foi determinada no papado de Julius I (337-352), sendo declarada feriado em 529, passando a ser comemorada como conhecemos hoje, mundo afora.

Símbolos do Natal

Presépio

O presépio é a recriação da cena do nascimento do Menino Jesus e o primeiro a remontar a cena foi São Francisco de Assis, na Itália do século XIII. Desde então esta é uma das peças simbólicas mais tradicionais do Natal, sendo montado de diversas maneiras pelas famílias do mundo todo.

Ilustração do presépio e nascimento de Cristo

Ele representa a união do divino com o terreno, por reunir pessoas, animais e a figura de Deus, na forma do menino Jesus. Também observamos a presença dos anjos, que simbolizam o anjo Gabriel, enviado de Deus para anunciar à Maria que ela seria a mãe de Jesus.Há também a presença dos três reis magos, que foram os primeiros a adorar e presentear o menino Jesus

Árvore de Natal

Tradição nas casas da maioria dos brasileiros, o pinheiro todo enfeitado não tinha a conotação religiosa que tem atualmente. Era apenas uma forma de comemorar a chegada do inverno nos países do Hemisfério Norte.

Menina colocando enfeite de natal na árvore de natal

Quem deu essa simbologia religiosa à Árvore de Natal foi Martinho Lutero, principal figura da Reforma Protestante. Ela transformou-se em símbolo de esperança e paz, assim como Jesus para os cristãos.A estrela colocada em sua ponta é a representação da estrela que indicou o caminho de onde estavam o menino Jesus, Maria e José para os três Reis Magos

Papai Noel

O Papai Noel é a figura mais emblemática e mais conhecida pelas crianças. Sua inspiração vem de um bispo turco chamado São Nicolau, que costumava deixar saquinhos de  moedas próximos às chaminés das casas de pessoas mais necessitadas.

Sua figura representa a generosidade que invade a vida das pessoas nessa época de Natal. Crianças do mundo escrevem cartinhas com pedidos para o bom velhinho e aguardam ansiosos a noite de natal, em que o Papai Noel entrega seus presentes.

O Natal pelo mundo

A comemoração do Natal tem tradições diferentes em cada país. Cada povo adequa a comemoração aos seus costumes.

Grécia

As crianças vão às ruas e cantam canções típicas, que lembram as nossas cantigas de Natal, nas casas de familiares e conhecidos. Lá, Papai Noel se chama Ágios Vasílis, mas só chega com presentes para a virada de ano.

Estados Unidos

A cultura natalina americana já foi propagada em diversas obras cinematográficas. Sempre com decorações impecáveis, cheias de detalhes e iluminações que encantam a todos que a vêem.

Tradicionalmente, cada membro da família pendura uma meia próximo à lareira, para receber pequenos presentes. Na véspera a todos se reúnem para a ceia e deixam para abrir os presentes na manhã do dia 25.

Menina segurando presentes de natal ao lado da árvore de natal

Japão

O país asiático não tem feriado nesta data, pois o cristianismo não é a religião da maioria de sua população, porém com o contato com o ocidente, os japoneses passaram a comemorar a festa a sua maneira.

No dia 25 as famílias se reúnem para um jantar que tem como sobremesa tradicional o “Christmas Cake” (ou bolo de Natal). A saudação para a data é Merii Kurisumasu, que significa Feliz Natal.

 

Deixe um comentário