Potencialize Habilidades Brincando de Quebra-cabeça

25 de setembro de 2018

Os quebra-cabeças oferecem entretenimento e uma série de aprendizados para todas as idades e perfis de pessoas. Conheça os benefícios da brincadeira que surgiu há centenas de anos.

Diferente de muitos jogos criados ao longo da história da humanidade, o quebra-cabeça foi criado como uma fonte de aprendizado – indo além do entretenimento desde o princípio. Há teorias, inclusive, que o relaciona aos estudos de mapas por volta do século 18.   

Ver aquele monte de pecinhas separadas que, juntas, formam uma linda imagem, é uma atividade que instiga a curiosidade, ao mesmo tempo, que desafia a competitividade dos adeptos do clássico passatempo.  

As crianças, em especial, ficam intrigadas com o processo de encaixar peças de variadas cores e formatos. Quando pequenininhas, elas se guiam pela intuição junto com o raciocínio lógico para remontar a figura novamente e, quando acabam, vibram de alegria!

Além de ajudar nas percepções visual e espacial, hoje sabemos que os quebra-cabeças estimulam a memória; pensamento lógico; coordenação motora; atenção concentrada; senso crítico; paciência; persistência e tomada de decisão.

Sem contar que eles funcionam como um complemento das atividades escolares ao despertar o interesse e a curiosidade das crianças, para os temas apresentados nas imagens que se formam ao término da montagem.   

Já nos adultos, os quebra-cabeças podem ser ótimos instrumentos para treinar a memorização e a capacidade psicomotora – habilidades que costumam apresentar uma queda de rendimento com o passar dos anos.

Não é à toa que o passatempo continua auxiliando estudantes e adultos a se tornar mais inteligentes, atentos e críticos, diferenciais que ajudam na hora de tomar decisões importantes.

Quebra-cabeças para crianças a partir de 2 anos  

Os pais conscientes e zelosos com o desenvolvimento de seus filhos, podem acrescentar os quebra-cabeças nas atividades educativas de sua família.

Eles já fazem parte do acervo de brinquedos da criançada? Que ótimo! Continue incentivando a brincadeira de montar, atualizando a seleção com certa regularidade.

Embalagem Quebra-Cabeça Unicornios e Embalagem Quebra-Cabeça Zak Storm da Estrela

Ao trazer os quebra-cabeças para o cotidiano, os pais estão contribuindo para o aperfeiçoamento de competências como poder de observação, comparação e avaliação; raciocínio lógico; autonomia e capacidade para resolver problemas e fazer escolhas.

Sem contar que é uma excelente maneira de trabalhar valores como disciplina e persistência, mostrando que estes elementos são determinantes no jogo e no decorrer da vida, também.

Nos primeiros anos de vida recomendamos os modelos bem coloridos com os personagens favoritos do seu filho, pois os estímulos visuais e a identificação com a figura são fatores de motivação. Vá aumentando o nível de dificuldade conforme o desempenho, até no máximo 200 peças.

Seleção variada para todos os gostos

Quebra-cabeças para jovens e adultos

É um passatempo para todas as idades e perfis!

Montar as peças de quebra-cabeças é um excelente treino cognitivo para os adultos, especialmente para os idosos que já não exercem atividades mental e física frequentemente.

Ao incluí-los na rotina do dia a dia, as pessoas mais velhas têm a oportunidade de trabalhar a memória, a concentração e a coordenação motora de uma só vez, e melhor: em forma de diversão!

Também é um jogo para compartilhar em dupla! Muitos casais gostam tanto da companhia um do outro, que não se desgrudam nem mesmo na hora de encaixar as peças, afinal casal unido, brinca junto, não é, gente?

Depois de pronto, você, ainda, pode utilizá-lo como objeto de decoração em sua casa! É só passar uma cola e colocar uma linda moldura.  

Cenários do Brasil e do mundo

Imagem do Quebra-Cabeça Elevador Lacerda da Estrela

Coleção: Cândido Portinari

Coleção: Tarsila do Amaral

Coleção: Gustavo Rosa

Imagem do Quebra-Cabeça de Gustavo Rosa da Estrela

A interdisciplinaridade e os brinquedos educativos

Deixando de lado os aparelhos eletrônicos, os quebra-cabeças provam que aprendizado e diversão não tem nada a ver com tecnologia.

Longe dos tablets, computadores e celulares, pessoas de qualquer idade entram em contato com lições que envolvem pensamento lógico, memorização, atenção, observação, análise de situações e tomada de decisões em uma gostosa brincadeira.  

Somando a isso tudo, ainda, é possível adquirir conhecimentos de lugares históricos, artistas e lindos cenários através dos temas que servem de inspiração ao jogo.

Então, podemos concluir que os quebra-cabeças podem ser ótimos aliados no processo de aprendizagem de crianças na fase escolar e de adultos, que buscam atividades que associam divertimento com estímulo cognitivo e motor.

Todo mundo já brincou de montar peças. Qual foi o que mais marcou a sua infância? Divida essa experiência conosco e compartilhe o que aprendeu com esse divertido passatempo. Estamos esperando a sua história.

Deixe um comentário